Spiral Tower é o conceito para um passeio na torre de observação alimentado por um moinho de vento

9 de July de 2020 0 By Portal de Campo Grande
Avalie!
[Total: 0 Média: 0]

Um consórcio de empresas holandesas desenvolveu um conceito para um ponto de vista, que teria cabines elétricas em espiral e seriam geradas por painéis solares e eólicos.

Os engenheiros KCI, especialistas em eletricidade Bosch Rexroth, especialistas em aço Hillebrand e agência criativa NorthernLight, são as quatro empresas da Holanda que colaboraram na peça da arquitetura conceitual.

Seus designers afirmam que será a primeira “atração em arranha-céus neutra em termos de clima” do mundo.

Torre espiral pela aurora boreal
Um mastro de aço seria coberto por um moinho de vento

Um moinho de vento ficava no topo e painéis solares seriam integrados ao mastro, junto com jardins verticais. À medida que as cabines rolam pelo mastro, elas também podem gerar eletricidade.

De 60 a 150 metros de altura, o mastro central de aço da Torre Espiral podia conter entre quatro a 16 cabines.

A equipe de design disse que pegou a ideia de uma roda de observação como a London Eye e a redesenhou para ter uma pegada física menor – e a capacidade de gerar sua própria energia sustentável.

A viagem à Torre Espiral levaria 10 minutos

“A construção inovadora permite que cabines elétricas autônomas, que descem a regenerar energia como um carro elétrico, subam em espiral magicamente pela torre”, disse Peter Doesburg, gerente de vendas da Bosch Rexroth.

Até 12 pessoas podiam andar em cada cabine, e a atração levaria entre três e 10 minutos para saca-rolhas dos ciclistas até o topo e descer novamente.

“As janelas da cabine oferecem informações de realidade aumentada sobre pontos turísticos imperdíveis da cidade, destaques históricos, novos desenvolvimentos urbanos e iniciativas sustentáveis”, disse Peter Slavenburg, diretor da NorthernLight.

A NothernLight, junto com o restante do consórcio, agora está procurando um patrocinador para tornar o conceito da Torre Espiral uma realidade. Eles estimam que essa atração possa atrair entre 500.000 e três milhões de pessoas por ano.

Com 135 metros de altura, o London Eye é a atração turística paga mais popular do Reino Unido, atraindo três milhões de pessoas por ano e atraindo patrocinadores corporativos, como Coca Cola e Lastminute.com. Foi projetado pelos arquitetos Julia Barfield e David Marks da Marks Barfield Architects e inaugurado em 2000.

A Marks Barfield Architects também projetou a torre de observação British Airways i360 de 162 metros de altura em Brighton, com um deck de observação em forma de rosca que desliza para cima e para baixo em um poste com vista para o mar.

Atualmente, a Foster + Partners está tentando obter permissão de planejamento para construir o The Tulip, uma atração em Londres que vê cabines girando dos lados de uma torre de 305 metros de altura.

Imagens por NorthernLights.

Chalé de Madeira