México solicita informações dos EUA sobre suposto abuso dentro de centros de detenção de migrantes

México solicita informações dos EUA sobre suposto abuso dentro de centros de detenção de migrantes

17 de September de 2020 0 By Portal de Campo Grande
Avalie!
[Total: 0 Média: 0]

O México disse na quarta-feira que solicitou formalmente um relatório das autoridades dos EUA sobre supostas práticas negligentes em centros de detenção de imigrantes dos EUA, citando acusações de abuso sexual e histerectomias não autorizadas.

O pedido vem após uma queixa de uma enfermeira denunciante, alegando que os detidos em um centro de detenção de imigração da Geórgia haviam recebido histerectomias e outros procedimentos ginecológicos indevidamente.

A denúncia não especifica a nacionalidade dos detidos afetados.

Consulte Mais informação:

Democratas vão investigar denúncias do centro de detenção de migrantes da Geórgia que esteriliza mulheres à força

Em um caso separado, o ministério mexicano disse que seu consulado em El Paso, Texas, estava em contato com uma mulher mexicana e seu advogado após uma alegação de abuso sexual por agentes da Imigração e Fiscalização Alfandegária dos EUA (ICE).

Não deu mais detalhes.

A história continua abaixo do anúncio

Em agosto, o ProPublica e o The Texas Tribune relataram alegações de um guarda abusar sexualmente de detentos, incluindo uma mulher mexicana em um centro de detenção de imigração de El Paso. O ICE na época disse que as acusações seriam investigadas.

O ministério disse que os dois consulados estão buscando esclarecimentos com as autoridades dos EUA e tentando identificar os mexicanos afetados.






Suprema Corte dos EUA bloqueia oferta de Trump para acabar com o programa de imigrantes ‘Dreamers’


Suprema Corte dos EUA bloqueia oferta de Trump para acabar com o programa de imigrantes ‘Dreamers’

O ministério afirmou que o México ativou mecanismos de proteção consular e que o pessoal consular aumentou a atenção nos centros de detenção para garantir o respeito aos direitos.

“O governo do México fará um acompanhamento imediato, por meio de seus vários instrumentos diplomáticos e jurídicos, para entender completamente o que aconteceu”, disse o ministério em um comunicado.

O ICE não respondeu imediatamente a um pedido de comentário.

Consulte Mais informação:

Aproximadamente 8.800 crianças migrantes desacompanhadas expulsas dos EUA desde março

A história continua abaixo do anúncio

As alegações da enfermeira sobre procedimentos médicos impróprios em detidos no Centro de Detenção do Condado de Irwin foram protocoladas na segunda-feira no Escritório do Inspetor Geral do Departamento de Segurança Interna dos Estados Unidos pelos grupos de defesa Project South e Government Accountability Project.

A Reuters entrevistou Wooten, mas não conseguiu confirmar de forma independente as alegações de histerectomias impróprias ou cirurgia para remover o útero.

O ICE na segunda-feira negou as acusações.

(Reportagem de Frank Jack Daniel Escrita de Stefanie Eschenbacher; Edição de Michael Perry)