‘All Black Lives Matter’: Banksy compra bote salva-vidas para ajudar migrantes no Mediterrâneo – Nacional

‘All Black Lives Matter’: Banksy compra bote salva-vidas para ajudar migrantes no Mediterrâneo – Nacional

29 de August de 2020 0 By Portal de Campo Grande
Avalie!
[Total: 0 Média: 0]

O artista de rua Banksy lançou um vídeo com uma forte mensagem política explicando por que ele se envolveu em um navio de busca e resgate ajudando migrantes no Mar Mediterrâneo.

“Como a maioria das pessoas que fazem sucesso no mundo da arte, comprei um iate para fazer um cruzeiro pelo Mediterrâneo”, escreveu o artista nas legendas que acompanham o vídeo, que foi postado em sua conta no Instagram no sábado. “É um navio da Marinha francesa que convertemos em um barco salva-vidas.”

“Porque as autoridades da UE deliberadamente ignoram os pedidos de socorro de ‘não europeus’”, continuou o artista subversivo. “Todas as vidas negras importam”.

Consulte Mais informação:

Arte inspirada no coronavírus de Banksy removida do sistema de metrô de Londres

O vídeo traz imagens de migrantes no mar e clipes do navio, chamado MV Louise Michel, que é pintado de rosa brilhante e apresenta um mural retratando uma jovem segurando um carro alegórico em forma de coração.

A história continua abaixo do anúncio

A equipe de Louise Michel disse que é patrocinado por Banksy, cujo nome verdadeiro permanece um mistério. Detalhes de seu envolvimento financeiro não estavam disponíveis.

A tripulação relatou nos últimos dias ter recolhido vários grupos de migrantes no Mediterrâneo central, no que parecia ser sua primeira viagem de resgate.

Em uma série de tweets nos últimos dias, a tripulação do navio criticou fortemente a União Europeia por sua política de migração. A agência disse que entrou em contato com guardas costeiros italianos e malteses que buscam um porto para desembarcar migrantes, mas não obteve resposta.






Bansky revela o presépio ‘Scar of Bethlehem’


Bansky revela o presépio ‘Scar of Bethlehem’

O tom dos tweets tornou-se mais urgente nas últimas 24 horas depois que a tripulação relatou que o número de migrantes a bordo estava ficando muito alto, que o navio estava praticamente encalhado e que a tripulação procurava um porto para desembarcar os passageiros. Ele relatou que mulheres e crianças estavam entre as dezenas a bordo e em um bote adjacente, assim como o cadáver de um migrante.

A história continua abaixo do anúncio

“Precisamos de ajuda imediata”, twittou a equipe através de seu identificador? MVLouiseMichel no sábado. “Estamos protegendo 219 pessoas com uma tripulação de 10. Aja #EU agora!”

Em um e-mail no sábado, a tripulação disse que o navio estava indo para a Sicília em busca de abrigo para os migrantes.

Outro navio do grupo de ajuda humanitária, o Mare Jonio, disse no sábado que estava deixando o porto siciliano de Augusta para ir em auxílio de Louise Michel. O Mare Jonio, que está ativo no Mediterrâneo há anos, disse que estava adiando sua partida programada em 48 horas para ajudar o Louise Michel a sair.

© 2020 The Canadian Press