60 mortos após enchentes, chuvas fortes no Sudão – Nacional

60 mortos após enchentes, chuvas fortes no Sudão – Nacional

16 de August de 2020 0 By Portal de Campo Grande
Avalie!
[Total: 0 Média: 0]

Inundações repentinas devastaram áreas do Sudão por semanas, deixando pelo menos 60 pessoas mortas e destruindo milhares de casas desde o final de julho, disseram autoridades e a agência humanitária da ONU no domingo.

A inundação também feriu duas dezenas de pessoas e destruiu ou danificou mais de 30.000 casas em todo o país, disse o Ministério do Interior.

Mais de 185.000 pessoas em todas as 18 províncias do Sudão, exceto uma, foram afetadas pelas fortes chuvas e inundações, de acordo com o Escritório da ONU para a Coordenação de Assuntos Humanitários.

Consulte Mais informação:

Papa Francisco pede que Egito, Etiópia e Sudão continuem as negociações sobre a barragem disputada

As inundações também danificaram pelo menos 14 escolas e cerca de 1.600 fontes de água foram contaminadas ou não estão funcionando, disse o relatório.

Imagens que circularam online mostraram enchentes cortando estradas e varrendo casas e pertences de pessoas em diferentes partes do país no nordeste da África.

A história continua abaixo do anúncio

Mais de 1.200 animais foram perdidos e vários hectares de plantações foram afetados no meio da temporada agrícola, acrescentou a ONU.






Sudão comemora aniversário da revolta com marcha e exige justiça para as vítimas


Sudão comemora aniversário da revolta com marcha e exige justiça para as vítimas

A barragem de Bout desabou no final de julho, após fortes chuvas e inundações na província do Nilo Azul, no sudeste, liberando 5 milhões de metros cúbicos de água (170 milhões de pés cúbicos) e inundando pelo menos 13 bairros na cidade de Bout, disse a ONU.

“O colapso da barragem provavelmente terá consequências graves a longo prazo para mais de 100.000 pessoas, incluindo (deslocados internos) e refugiados, que dependem dela como sua principal fonte de água”, disse ele.

Entre julho e agosto do ano passado, as inundações mataram um total de 78 pessoas em 16 das 18 províncias do Sudão, segundo a ONU

© 2020 The Canadian Press